O blog

Ele quer correr atrás do tempo perdido. O novo corregedor nacional do Ministério Público, Sandro Neis, promete passar um pente-fino nos estados em busca de irregularidades durante os próximos dois anos, período de sua gestão. As inspeções pelo país já começaram. Equipes percorreram o Piauí, onde encontraram promotores com salários de até R$ 60 mil. Agora vão ao Amazonas para acompanhar as eleições do novo procurador-geral de Justiça do estado após denúncias de corrupção envolvendo o antecessor.
LEIA TODA NOTICIA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.